Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Intimidade Cor de Rosa

Intimidade Cor de Rosa

Dom | 30.04.17

Cães Perigosos

mw-860.jpg

Segundo dados fornecidos pela GNR ao jornal Expresso esta semana, em menos de um ano e meio, as autoridades registaram pelo menos 355 incidentes que envolveram cães perigosos. Desses, 284 referem-se a ferimentos graves causados por ataques a pessoas. Segundo o Sistema de Identificação e Registo de Caninos e Felinos há mais de 19 mil cães de raças consideradas perigosas registados em Portugal.

Observador

 

     Durante esta semana, para quem andou mais distraído, três crianças foram atacadas por cães considerados de raças perigosas. A identificação destas raças caninas teve por base acidentes que aconteceram 10 anos antes do ano de 2001. Quando estes casos acontecem, normalmente a medida que se toma é abater o cão agressor.

     Existem dois tipos de pessoas: as que levam animais para casa, com a intenção de aumentar a família e aquelas que os levam apenas para terem um novo "objeto" na decoração. As primeiras, além de darem todo o amor e carinho também se preocupam em dar educação e disciplina. As segundas não querem saber destas coisas e, se for preciso, nem se lembram dos animais. 

 

     Eu não percebo nada de psicologia canina nem nada do género, mas consigo perceber que não é uma raça que faz um cão ser perigoso. Existe uma variedade enorme de raças, das mais pequenas às maiores, das mais enérgicas às mais calmas e, quando se adota um cão, é importante ter todos esses aspetos em conta, para que o animal se adapte o melhor possível à família e ao espaço em que ela vive. 

     Fico muito triste ao ler os comentários nesta noticia a propósito de uma petição, com já 8000 assinantes, para evitar que um dos cães que atacou esta semana seja abatido. Comentários do género "Chega a ser caricato ver as pessoas dedicar seus afetos a cães, ao invés de a outras pessoas" ou "Claramente existem 8'000 ignorantes por aí" pois "Que sociedade a nossa em que aborto tudo bem, mas matar um cãozinho ah isso já dá cadeia e petições". Quanto ao dedicar afeto a cães e não a pessoas, só digo que há pessoas que não merecem nenhum afeto. O amor que os animais nos dão é mais honesto e mais fiel que o "amor" de muitas pessoas. Quanto aos 8000 ignorantes, só estão a tentar lutar pelo que é melhor para o animal, sem que nenhuma medida extrema seja tomada. 

 

     Estas crianças vão ficar com marcas, não só físicas como também psicológicas. E é certo que ninguém está livre que lhe aconteça. Às que foram mordidas agora e as que foram mordidas no passado, não sei o que é que se poderá fazer para além dos tratamentos médicos. O que sei é que se podem evitar que hajam mais casos no futuro. Existem leis que se aplicam a cães de raças perigosas. Se vizinhos ou outras pessoas veem os donos a passear os animais sem os devidos cuidados, então não esperem que aconteça alguma coisa. Avisem os donos ou então as autoridades. Porque a responsabilidade será tanto de quem não teve cuidado, como de quem viu o que estava mal e não se preocupou em melhorar.

Qui | 27.04.17

Ideias Para Copiar

     Todas as meninas, ou pelo menos algumas, cedo começam a sonhar com o seu dia de casamento. É um dia especial, o nosso dia, em que nos transformamos em princesas e tudo tem de ser perfeito. Para aquelas que não acreditam no casamento, não vos censuro. Claro que não é um pedaço de papel e uma festa que dita se o amor que sentimos por alguém é ou não verdadeiro, ou se o que sentimos é para durar. 

     Nesta publicação, partilho algumas ideias engraçadas para se fazerem em casamentos. Quem sabe será útil para alguém que esteja a planear a sua festa, ou quem sabe se não ajudará aqueles que não acreditam nela a mudar de ideias.

 

     Começando pelo inicio: os convites. O pedido já foi feito, os preparativos já começaram. A lista de convidados também já está criada e agora faltam enviar os convites. Os noivos podem optar pelo tradicional, "Temos o prazer de o convidar para o casamento de X e Y...", ou por algo diferente, mais original e divertido:

4e0d9e84e82205447226808f80f8fe62.jpg

 

8dd8e2b819cdf9297fee66778fbd9987.jpg

15636d84969171beaec6630cf4fed584.jpg

b5f7f10a2109bd027ce6d70996c55938.gif

creative-wedding-invitations-1-5790941c6979e__605.

 

 

     Convites mandados, respostas recebidas. Chegou o dia. Sendo ele especial, é normal que se queira tirar o maior numero possível de fotos, para recordar mais tarde e para poder mostrar a quem não esteve presente. Mas sendo este o melhor dia dos noivos, porque não optar por tirar umas divertidas, deixando as habituais de parte?

c17eae9aa7369eb0142d6ffdf2350ea3.jpg

 

É um dia especial, mas que na verdade não sai muito barato... que o diga o pai da noiva. 

Mariage-drole-1.jpg

 

Uma foto engraçada para tirar com as damas e os padrinhos (peço desculpa, mas não sei como se chama a versão masculina das damas), ou com os convidados todos.

Mariage-drole-8.jpg

4.jpg

 

     Fotos tiradas, segue-se toda uma festa. Normalmente, na festa em si, há sempre alguém que esta aborrecido. Ou porque chegou a hora da dança e não está muito para aí virado ou, no caso das crianças, ou porque não têm ninguém para brincar, ou porque não têm nada com que brincar, podem ficar impacientes e aí começam as birras. Para evitar isso, e para que elas tenham também um grande dia, porque não criar atividades ou uma área especial para elas? 

Tips-for-a-Ridiculously-Easy-Table-to-Keep-Kids-En

 

Pode ser uma mesinha com papel, lápis de cor, legos e outras coisas que elas gostem. Podem juntar comida, como bolachas, pipocas ou outro doce (neste dia é premitido abusar doces!). 

26b8cb8c163a827a8a6837fa7a4f17ba.jpg

 

Tendo em conta que as crianças não podem, ou não devem, beber álcool, quando chegar o champanhe para o resto dos convidados, chega também leite para elas, por exemplo. 

62233404e8660199bd7550770ea5c24c.jpg

childrens-weddinf-activities-blackboard-games-hang

 

     Mas não são só as crianças que precisam de entretenimento. Para os adultos, podem optar por adaptar as brincadeiras que faziam em crianças, como o jogo da macaca, o jogo do lenço, entre outros. Todos se divertem e aproveitam para relembrar os velhos tempos.

slide_387438_4681036_free.jpg

 

Isso ou uma área só com guloseimas, que tanto irá agradar a miúdos como a graúdos.

slide_387438_4681118_free.jpg

slide_387438_4681170_free.jpg

 

     Existem muitas outras ideias divertidas para ter um dia de casamento diferente do habitual: nas mesas podem deixar cartões para cada convidado escrever um conselho para o casal; cartões com perguntas feitas pelos noivos, como qual deveria ser o nome do cão ou dos futuros filhos, ou o que é que significa o amor, para os convidados responderem; o tradicional livro em que os convidados deixam uma mensagem pode ser substituído por uma tela com uma árvore desenhada em que as folhas seriam as impressões digitais deles; uma caixa com calçado confortável para dançar; entre outras.

     Estas ideias tanto podem ser aplicadas a este dia como a qualquer outra festa. Independentemente de acreditarem ou não no casamento, divirtam-se e aproveitem a vida!

 

P.S. Peço desculpa pelo tamanho desta publicação, mas fiquei entusiasmada! 

 

Qua | 19.04.17

Prison Break: O Regresso

Prison-Break-cast-874130.jpg

     Estreou na terça, dia 4 de abril, a 5ª temporada de Prison Break. Eu já vi os dois primeiros episódios, matando saudades de alguns personagens.

     Esta série é um bocado violenta. Para quem não conhece, um homem, Lincoln é preso e quase que executado por conspiração política. O irmão mais novo, Michael Scofield, prepara uma missão, com todos os detalhes, para o salvar. A série começa com Michael a dar inicio ao seu plano, assaltando um banco, para ser posteriormente enviado para a mesma prisão que Lincoln. Durante 4 temporadas muita coisa acontece. Os dois irmãos criam fortes laços de amizade com alguns presos, mudam várias vezes de prisão e consegue fugir de todas, lutando assim pela sua liberdade.

     É certo que Prison Break tem muita violência, mas se conseguirmos por isso de parte, o que vemos é uma historia de amor: entre dois irmãos, que fazem o que for preciso para se salvarem um ao outro; entre um homem e uma mulher; entre pai e filho; entre amigos que, aconteça o que acontecer, apoiam-se mutuamente.

     Esta nova temporada traz uma reviravolta à historia (não vou entrar em pormenores, para não estragar a surpresa a quem for ver os episódios), mas a base continua, e ainda bem, a ser a mesma. Com certeza que terá tanto sucesso quanto as quatro anteriores!

Dom | 16.04.17

A História de Deus: A Criação

     Antes de mais, quero pedir desculpa pelo meu desaparecimento. Manter um blogue não é fácil, pior ainda se não houverem ideias para publicações novas. 

     Na segunda feira, dia 10, passou na RTP uma parte do documentário intitulado "A História de Deus", de Morgan Freeman. Este documentário é dividido numa serie de episódios, em que cada um trata um assunto diferente que, desde há muito tempo, tem inquietado a maioria das pessoas, independentemente das crenças religiosas. Nesse dia, passou o 1º episódio (1ª temporada), sobre a criação do mundo e da humanidade.

     Neste episódio, Morgan Freeman viaja pelo mundo para perguntar de onde viemos e o que aconteceu no princípio de tudo. A primeira pergunta da humanidade segue sendo uma das mais intensamente discutidas. Para muitos, é impossível compreender quem e o que somos sem antes entender como chegamos aqui... e quem (ou o que) está por trás disso. Fomos criados à imagem de Deus ou somos o resultado de uma singularidade de 13.8 milhões de anos? Morgan encontra representantes papais no Vaticano e estudiosos islâmicos no Cairo. Ele visita filósofos hindus na Índia e arqueólogos escavando o antigo passado Maia nas florestas tropicais da América Central. Ele participa de rituais sagrados dos navajos no Novo México e procura pistas do Jardim do Éden em Jerusalém. Na Turquia, Morgan investiga as antigas cidades de Çatalhöyük e Gobekli Tepe, onde a civilização surgiu pela primeira vez.

FoxPlay

 

     Pensar sobre a criação do universo pode dar uma grande dor de cabeça. Se pensarmos como cientistas, acreditaremos que tudo começou com o Big Bang mas, e como pergunta um padre do Vaticano, o que é que existia antes da explosão? Se pensarmos como seguidores de uma religião, acreditaremos que foi Deus quem deu origem ao que conhecemos, ou que foram uns gémeos que transportaram a cabeça do 1º homem por água, ou qualquer outra coisa. Mas como é que essas pessoas apareceram? 

     No dia de hoje, muitos cristãos celebram a Páscoa, a ressurreição de Jesus. Para muitos, isto de voltar dos mortos não tem qualquer sentido. Se morremos, morremos, não é possível voltar à vida. Mas tal como as diferentes teorias acerca da criação, cada um acredita em coisas diferentes. Se uns acreditam na reencarnação, outros acreditam na ressurreição. Independentemente do tema, não existe teoria ou crença melhor que outras. Todas elas são válidas, desde que façam sentido para quem acredite nelas.

     Achei este episódio muito interessante, ainda não vi nenhum dos outros, mas fiquei com muita vontade de o fazer. 

     "Não partilhamos todos da mesma história da criação. Vimos todos de lugares diferentes. Mas todos nós, sejam quais forem as nossas crenças, podemos partilhar uma coisa: a admiração e a gratidão por estarmos aqui."

     "O meu maior desejo é que as pessoas abram os seus corações e as suas mentes e vejam que as nossas crenças não têm de nos separar. Elas têm o puder de nos unir, de permitir que atinjamos juntos grandes feitos. Tal como foi no princípio, é agora e sempre será: um mundo sem fim." 

     Enquanto não pensarmos todos assim e enquanto cada um pensar que é melhor que o vizinho, o mundo nunca será um mundo melhor. Continuaremos a criar guerras, a semear o ódio e a viver com medo. E é triste que assim seja... 

 

     Para quem tiver ficado interessado, deixo aqui o link do Youtube para puderem ver.