Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Intimidade Cor de Rosa

Intimidade Cor de Rosa

Dom | 30.10.16

Dia das Bruxas'16

   O dia das bruxas, também conhecido como Halloween, é uma tradição dos países de língua inglesa que cada vez mais faz parte das tradições portuguesas. 

  A tradição diz que, neste dia, à noite, as crianças mascaram-se de forma assustadora (ou simplesmente a imitar alguém) e percorrem, em grupo, várias ruas a pedir guloseimas. Quando batem a uma porta e ela não abre ou quem está lá não lhes dá os doces, elas fazem uma travessura. 

   Em Portugal, o local mais conhecido, pelo menos da minha parte, que celebra este dia é a vila de Montalegre. Esta vila de Trás-os-Montes e Alto Douro é conhecida pelas festas que organiza tanto para o dia das bruxas como para todas as sextas-feiras 13. As festividades, este ano, começam às 16h com animação de rua e vai pela noite fora. Se alguém tiver ficado interessado, pode ver o programa para o dia 31 aqui.

Qua | 26.10.16

Época de Exames

tumblr_kt7f6pckiz1qa0ofyo1_500_large.jpg

 

 

   Outubro é o mês favorito dos professores para começar os testes/exames. A pressão por conseguir estudar tudo a tempo e tirar boas notas pode ser complicada de gerir por isso, venho partilhar algumas dicas para chegar a essa época sem grandes dores de cabeça e sem ser preciso passar noites e noites de volta dos livros.

 

      1. Estudar diariamente  

   Antes de entrar para a universidade, não tinha grandes hábitos de estudo. Todos os anos ouvia os professores a dizer que se quiséssemos ter bons resultados, deveríamos estudar um bocadinho todos os dias. A conversa era sempre a mesma e eu não gostava muito de a ouvir. Mas o que é certo é que, depois do secundário, comecei a por em prática esta dica, ou pelo menos a tentar. A universidade é uma continuação do secundário. A única diferença que encontro entre um e outro é na quantidade de trabalho. Na faculdade existem testes nos quais sai muita matéria, existem vários trabalhos para fazer e a única forma para boas notas é mesmo estudar um bocado todos os dias.

 

      2. Não deixar tudo para a última  

   Esta dica está diretamente relacionada com a primeira. Um grande hábito que eu tinha era, desde o 5º até ao 12º estudar na semana do teste, isto quando não era 2 ou 3 dias antes. O resultado era uma enorme dor de cabeça e uma nota mediana. Como tinha pouco tempo para estudar, não via o que era mais importante e só via a matéria por alto. Esta dica também é daquelas que todos os professores dão, porque é mesmo essencial para perceber bem a matéria e perceber quais são as nossas maiores dúvidas.

 

      3. Tirar apontamentos

   Esta é uma das dicas fundamentais. Por vezes, os livros ou os powerpoints que os professores dão estão numa linguagem que não é muito fácil de entender. Tirar apontamentos dão bastante jeito nestas alturas.

 

      4. Fazer intervalos

   Estudar muitas horas seguidas, sem pausas, pode prejudicar em vez de ajudar o nosso estudo. Eu não consigo estar 4 ou 5 horas seguidas a estudar, ou fazê-lo pela noite fora. O que eu faço, normalmente, é estudar 1 ou 2 horas, faço um intervalo de até 15 minutos e depois continuo a estudar. Para mim é muito mais fácil, pois canso-me mas dou algum tempo para o meu cérebro descansar e depois continuo. Estudar muito tempo seguido, sem intervalos, faz com que, passado um certo período, deixemos de nos conseguir concentrar, refletir e memorizar o que quer que seja, resultando numa perda de tempo.

 

      5. Dormir bem  

   Esta dica aplica-se sempre. Quer tenhamos aulas ou exames, é fundamental dormir bem na noite anterior. 

 

      6. Relaxar  

   Os momentos antes de fazer um teste/exame podem ser bastante stress antes. Será que vai ser fácil? Será que estamos preparados? Será que vou conseguir uma boa nota? Quando recebo o teste, a primeira coisa que eu faço é ver todas as perguntas. Depois começo a tentar fazer cada uma. Como temos 1 ou 2 horas para a realização do mesmo, se numa pergunta a resposta não me vem logo à cabeça, passo à frente e tento fazer a próxima. Algumas perguntas exigem alguma reflexão, mas deixo essas para o final e começo por fazer as que são mais imediatas. Esta é uma dica, também, que todos os professores dão. E tem a sua lógica. Se ficamos logo "encalhados" na primeira pergunta e se gastarmos muito tempo nela, quando damos conta já não tempos tempo para fazer as próximas. Por isso, respondam sempre às perguntas que têm a certeza que sabem e deixem as mais complicadas para o final, para não perderem muito tempo.

 

   Estas dicas dão resultado comigo e ajudam-me muito. Mas isso não significa que tenham o mesmo efeito em todos. O ideal é que encontrem um método de estudo que resulte convosco mas, claro, nada se consegue sem esforço e não há milagres. Isso quer dizer que têm mesmo que estudar com qualidade, ou seja, sem distrações. Deixem o que quer que seja que vos poderá distrair de lado e foquem-se no que estão a fazer. Vão ver que os exames correm muito melhor.

 

   Bom estudo e boa sorte para os exames!

Dom | 23.10.16

Orgulho nas Curvas

   Ser mulher não é nem nunca foi fácil. Hoje somos criadas para sermos independentes, mas também para sermos umas boas donas de casa. Para além disso, o nosso aspeto está sempre sobre mira. As celebridades, sejam rainhas, princesas ou apresentadoras de televisão, por exemplo, são notícia por repetir uma determinada peça de roupa.

   Qualquer mulher, independentemente de ser mais ou menos conhecida, cresce numa luta com a aceitação pelo seu próprio corpo. A sociedade, no geral, põe bastante pressão sobre cada rapariga e dá-lhe a ideia de que se ela não for como as modelos que aparecem na televisão ou nas revistas, se não tiver as mesmas medidas, se não se souber vestir como elas, então não são boas o suficiente.

   Há quem não consiga lidar com essa pressão e comece a ter diversos problemas mas, felizmente, também há mulheres que aprendem a amar-se e têm orgulho de o mostrar. São essas mulheres que felicito, hoje, aqui no blogue. 

 

 

   Esta senhora é a Jazzmyne Jay. Trabalha numa empresa chamada BuzzFeed e não tem medo de mostrar as suas curvas. Há uns meses participou de um vídeo do BuzzFeed onde, pela primeira vez, usava um biquini. Ainda há mulheres que não se sentem confortáveis ao usar esta peça, o que era o caso da Jazzmyne. Apesar de sempre ter preferido os fatos de banho aos biquinis, ela decidiu dar-lhes uma oportunidade e adorou. Podem encontrar aqui a conta dela no instagram e podem encontra-la em alguns vídeos, no canal de youtube do BuzzFeed, aqui.

 

 

   O projeto Girl With Courves começou como uma forma de encorajar as mulheres a usarem aquilo que elas gostam e para provar que, qualquer mulher com curvas, pode vestir qualquer coisa que a faça sentir bem, independentemente das regras da moda dizerem o que elas devem ou não usar. 

   A fundadora deste projeto é a senhora das fotografias, Tanesha Awasthi, ela própria uma mulher com curvas. Com bastante regularidade, Tanesha partilha fotografias do seu dia a dia, incluindo a sua roupa, provando que, de facto, não há nada que as mulheres mais gordinhas não possam vestir. Esta é a conta de instagram que ela criou e onde podem ver todas as fotografias que ela vai partilhando.

 

   Estes são só dois exemplos que mulheres corajosas, que gostam do seu corpo e que não têm vergonha em mostrá-lo. Como elas, há mais e se eu fosse a falar de todas, esta publicação nunca mais tinha fim. Porque é que é importante haver pessoas como a Jazzmyne e como a Tanesha? Para que meninas não fiquem tristes ao verem as modelos e acharem que nunca serão tão boas quanto elas. Para que essas meninas vejam que são bonitas da forma que são, não interessa o que os esteriótipos e as regras da moda dizem.

Dom | 16.10.16

Laço Cor de Rosa

MAMA_290.jpg

   Outubro é conhecido pelo mês da prevenção do cancro da mama.

   A mama é formada por várias células. Elas crescem e dividem-se em novas células e são formadas à medida que vão sendo necessárias. Quando envelhecem ou danificam-se, morrem naturalmente. Quando estas células se "descontrolam" e sofrem alterações, dão origem às células de cancro, que não morrem quando envelhecem ou se danificam, produzindo-se sem controlo e dando origem ao cancro. Para além disso, podem-se propagar para os tecidos que estão próximos e até mesmo, numa fase mais avançada, chegar a órgãos mais distantes.

   Como qualquer doença, o cancro da mama tem fatores de risco. Ou seja, tem comportamentos que faz com que aumente a probabilidade de o desenvolver. Ter um ou mais destes fatores não significa que se irá desenvolver esta doença. Esses fatores são a idade, antecedentes familiares, fatores hormonais, doenças proliferativas mamarias, alimentação e peso e exposição a radiações ionizantes.

   A melhor forma de prevenção passa por um diagnóstico precoce. No caso da doença existir, o diagnóstico precoce ajuda a aumentar a probabilidade de eficácia do tratamento, diminui a mortalidade e poderá até ajudar a evitar algumas cirurgias mutilantes.

    Os sintomas passam por:

  • nódulo ou espessamento da mama ou na zona da axila, detectável ao toque;
  • alterações no tamanho ou formato da mama;
  • dor na mama;
  • alterações na mama ou mamilo, visíveis ou ao toque;
  • sensibilidade no mamilo;
  • secreção ou perda de liquido do mamilo;
  • retracção do mamilo;
  • pele da mama, mamilo ou aréola gretada ou descamativa, vermelhidão ou inchaço.
   Todos já conheceram alguém que sofreu com o cancro da mama, fosse alguém da família, alguma pessoa amiga ou até mesmo famosos.
   É importante dizer que o cancro da mama não atinge, exclusivamente, mulheres. Os homens também podem sofrer desta doença. Tenham atenção ao vosso corpo, façam testes e, qualquer dúvida, vejam aqui.
 
Qua | 12.10.16

Love Without Violins

   Desde que este blogue foi criado, tenho vindo a partilhar, com uma certa frequência, várias músicas que vou ouvindo e gostando. Nos primeiros tempos, cada publicação que fizesse acabava com uma musiquinha. Hoje em dia, isso já não acontece.

   Ontem ouvi uma música, na comercial, que gostaria de partilhar. "Emprestou" o nome ao título desta publicação e é interpretada pelos The Gift. Espero que gostem! :)

 

Pág. 1/2