Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Intimidade Cor de Rosa

Intimidade Cor de Rosa

Qua | 28.09.16

Tatuagens para Amantes de Música

   Já que estamos numa onda de música, por estes lados, lembrei-me de fazer esta publicação com 10 tatuagens para os amantes de música. A maioria é a pensar em quem gosta de tatuagens pequeninas, mais discretas. A foto nº 3 foi escolhida a pensar nos metaleiros.

   Uma tatuagem é algo que ficará para sempre gravado no nosso corpo, daí ser importante escolher o desenho para que mais tarde não haja arrependimentos. Também é importante a escolha do sítio que será gravado. Ainda hoje há pessoas que tendem a olhar de lado para quem é tatuado, sejam pessoas que passam na rua, seja numa entrevista de emprego.

 

 

 

Qua | 21.09.16

Bandas Filarmónicas

17256161_26oZT.jpeg

   A intenção de ter um blogue, é que os autores podem escrever sobre temas que gostam ou que lhes é mais interessante. Hoje, o tema que escolhi é, de facto, algo que eu gosto muito: as bandas filarmónicas.

   Para quem não sabe, de forma muito simples, uma banda filarmónica é um género de orquestra formada por instrumentos de sopro e de percussão. Basicamente, são aquelas bandas da terra que acompanham procissões e fazem alguns concertos nas terrinhas.

   O motivo para eu adorar estas bandas, vem do facto de eu pertencer a uma. E sinto que desde que entrei, aprendi muita coisa, tanto ao nível da música como ao nível pessoal.

   Quem quer aprender a tocar um instrumento, entrar para estas bandas sai muito mais barato que, por exemplo, entrar para um conservatório. É claro que os métodos de ensino não são os mesmos, aliás, nas filarmónicas aprende-se tudo de forma muito superficial. Mas para quem não se quer tornar profissional, está perfeito.

   Ao longo do nosso país, encontramos bandas de idades diferentes. Se temos aquelas que começaram há muito pouco tempo, também há as que já ultrapassaram 1 século de existência. 

   Cada vez mais, estas bandas têm dificuldades. Sai caro às comissões de festas pagar uma filarmónica, mas também não existe muita gente (nova) interessada em participar. 

   Vamos aos factos que convencerão qualquer indeciso a juntar-se à filarmónica da sua terra (não sei se isto acontece em todas, mas pelo menos na minha sim!): não se paga nada para lá andar; o instrumento e a farda são dados (mas atenção, quando um dia quiserem deixar a banda, têm de devolver tudo); ganham um tanto dinheiro por cada festa a que apareçam; conhecem pessoas novas; os convívios são super divertidos.

   Para quem não sabe, existe um movimento chamado o "Movimento 1 de dezembro". As celebrações passam todos os anos, no dia 1 de dezembro, na RTP1. Neste dia, todos os distritos de Portugal continental e ilhas estão representados, em Lisboa, por uma banda filarmónica. Deixo-vos aqui, caso estejam interessados, o desfile de bandas que ocorreu o ano passado, nesse dia.

   Se quiserem conhecer alguma banda, ou se quiserem saber alguma coisa sobre a filarmónica da vossa terra, neste site encontraram algumas informações.

   Não deixem de apoiar as nossas bandas filarmónicas; o seu trabalho é cada vez melhor.

   Boa música!

Dom | 18.09.16

Séries que vejo #3

   Todos, ou quase todos, temos alguma série que seguimos, certo? Nem que seja só uma. Pessoalmente, prefiro acompanhar uma série a ver um filme: um episódio é mais pequeno que um filme inteiro; não temos de ver episódios todos seguidos; etc.

   Esta já é a 3ª parte das "Séries que vejo" desde o início do blogue e, geralmente, faço-a para partilhar convosco alguns dos meus interesses, mas também quando não sei do que hei-de falar. 

   Da 1ª e 2ª parte, há algumas séries que ainda acompanho. Na verdade, continuo a seguir a maioria. Elas são Flash, New Girl, Mozart In the Jougle, Arrow e Suits.

 

Doutora no Alabama

hart-of-dixie_1600x900.jpg

 

   Esta é a única adição à minha lista de séries. Comecei a vê-la nestas férias e logo no 1º ou 2º episódio fiquei logo fã. A protagonista (na fotografia, a rapariga do meio), conhecida pelo seu papel como Summer em The O.C., é Zoe, uma médica nova iorquina que se formou há pouco tempo, em 1º lugar em medicina. Tem o desejo de seguir o caminho do pai e de se tornar numa cirurgiã cardíaca. As coisas não lhe correm muito bem e ela vê-se obrigada a aceitar uma oferta feita por um estranho, o doutor Harley Wilkes, de ir trabalhar para Bluebell, no Alabama. Esta série é uma comédia dramática.

 

The Flash

943bee4625e61bb9862ca3b30dd59195.jpg

   Barry Allen, o Flash, assiste ao assassinato da sua mãe e vê o pai ser preso, ainda que injustamente. Barry fica aos cuidados do detetive Joe West. Torna-se num adulto brilhante e trabalha para a polícia. Vive obcecado pelo que aconteceu à sua mãe e investiga os crimes mais estranhos. Quando se dá uma explosão num acelerador de partículas, Barry é atingido por um raio que lhe dá super velocidade. Ao usar um uniforme e máscara vermelhos, Barry "caça" criminosos que, tal como ele, foram atingidos por raios e ganharam super poderes e ainda, tenta descobrir o assassino da sua mãe. Esta série é uma mistura de ficção científica, ação, drama e aventura.

 

New Girl

635963501562947125437636076_new girl.jpg

   Esta é uma das minhas favoritas: é comédia e os episódios são pequenos (cerca de 20 minutos), o que dá para ver ao almoço, por exemplo.

   Jess (na foto, a rapariga da frente) vive com o namorado, mas descobre que ele a traiu e, por isso, precisa de arranjar um novo sítio para viver. Acaba por alugar um quarto num apartamento onde moram três homens: Nick, Winston e Schmidt. A melhor amiga dela chama-se Cece, são amigas de infância e, todos juntos, apoiam-se mutuamente e vivem várias peripécias.

 

Mozart In The Jungle

61x-NWI0kQL._SX940_.jpg

   Hailey é oboísta e dá aulas particulares de oboé. Tem o sonho de poder fazer da música a sua profissão e, quase por engano, faz uma audição para a Orquestra Sinfónica de Nova Iorque. No entanto, em vez de ganhar um lugar na orquestra, a tocar, começa a trabalhar como assistente do novo maestro. Enquanto isso, vai esperando pela sua grande oportunidade. Esta série mistura drama, com música e comédia.

 

Arrow

0347ef_b4dfa8c51c3c4737b31adfd230840693.jpg

   Oliver Queen (na foto, o rapaz do meio), é um menino rico e mimado que faz um passeio no navio da família com o pai e com Sara, a irmã da sua namorada. Logo no início, o navio naufraga, Oliver pensa que Sara morreu, e ele tenta sobreviver numa ilha. É encontrado 5 anos depois, mudado e determinado a fazer o bem.

   Na primeira temporada, Oliver tenta reacender os relacionamentos que tinha com a sua família e amigos enquanto, durante a noite, caça criminosos ricos. A ele juntam-se John Diggle e Felicity Smoak que o vão ajudando nesta nova missão. Esta série junta crime com aventura e ação.

 

Suits

29755.jpg

   A minha última escolha é Suits. Tal como Doutora no Alabama, Suits é uma descoberta recente, visto que só o descobri e comecei a ver neste verão. 

   Mike Ross é um rapaz com uma excelente memória o que lhe permitiu excelentes notas em testes de admissão a cursos de Direito, sem nunca ter obtido um diploma uma vez que não pode entrar em nenhuma faculdade.

   Mike, que ia entregar uma mala de droga a pedido de um amigo e para conseguir dinheiro para o lar da avó, acaba por ter de fugir à polícia e, para se esconder, entra numa entrevista de emprego com Harvey Specter. Harvey, um dos melhores advogados da zona testa-o e aceita-o como seu associado. Mesmo sabendo que Mike não frequentou nenhum curso de direito, Harvey acolhe-o e vai ensinando-lhe truques sobre o ramo jurídico, enquanto se tornam grandes amigos. Esta série é uma comédia dramática.

 

   Se quiserem ver a 1ª e 2ª partes das "Séries que vejo", podem ver a primeira aqui e a segunda aqui.

Qua | 14.09.16

Falando em Gatos

   Ter um animal de estimação implica ter cuidados extras. É preciso alimentá-los, tratar-lhes da higiene e, se preciso, levar a passear. Quando se leva um animal para casa, é preciso ter em conta a vida que se leva e a disponibilidade que se tem para tratar dele. 

   Como animais domésticos, os típicos são os meus favoritos: cão e gato. Gostava muito de poder ter um cão, mas como isso nunca foi possível e como moro num meio rural, os gatos sempre fizeram parte da minha vida. Cães e gatos são muito diferentes. Os primeiros gostam de estar na companhia dos donos e são muito leais, já os segundos são seres livres que gostam de explorar o mundo à maneira deles.

   Todos sabemos que os gatos são super curiosos e adoram brincadeira. Qualquer barulho ou movimento, por mais pequeno que seja, desperta-lhes logo a atenção. Cuidado com estes olhos, porque normalmente vêm seguidos de saltos e arranhadelas.

   Além disso, são profissionais em fazer parvoíces. 

   Põem-se sempre nos lugares mais inesperados. E, por mais gordinhos que sejam, arranjam forma de caberem em qualquer lugar. Além disso, não precisam de gastar muito dinheiro em comprar-lhes brinquedos, porque eles não precisam. Qualquer coisa que eles encontrem, torna-se mais importante e divertida que qualquer brinquedo. Já agora, alguém me pode explicar o porquê desta adoração que os gatos têm por caixas?

   Por mais livres e independentes que sejam, os gatos são amigáveis e adoram miminho. Qualquer dentada ou arranhadela são "pancadinhas de amor". 

   Quando decidirem arranjar um animal de estimação, seja ele um cão, gato ou qualquer outro, lembrem-se que eles vão fazer parte da família e não parte da decoração. Ao leva-los para casa, comprometem-se com eles de que os vão tratar bem. E se não têm condições ou não os querem, simplesmente não os levem. Não vale a pena se depois os vão maltratar ou abandonar. Por fim, optem por adotar um animal em vez de o comprar.

Pág. 1/2