Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Intimidade Cor de Rosa

Intimidade Cor de Rosa

Sab | 16.04.16

Será o sorriso contagiante?

tumblr_lvqlxhBPnc1qi4cguo1_500.jpg

   A série The Middle tem-me feito companhia durante as minhas horas de almoço e, às vezes, também nas horas de jantar. Durante esta semana, num episódio, uma das personagens, a Sue, tinha, como trabalho da escola, pensar numa possível experiência, desenvolve-la e apresenta-la depois, por escrito, ao professor. Sendo ela uma pessoa muito otimista e cheia de vida, resolveu fazer o seu trabalho tentando descobrir se sorrir seria ou não contagiante.

 

   Segundo o dicionário, sorriso é uma "demonstração de simpatia, de amabilidade ou de satisfação". Mas, será que hoje em dia andamos satisfeitos? Não me parece. Hoje em dia não há paciência para nada, nem para ninguém, a maioria das pessoas só pensa nelas mesmas. Se alguém precisa de ajuda, a nossa reação é virar as costas. 

 

   Quando alguém se muda do campo para a cidade, ou ao contrário, a primeira diferença que encontra é, possivelmente, na simpatia e amabilidade das pessoas. Em meios rurais, digam o que disserem, as pessoas são mais simpáticas. Estão habituadas a partilhar o que têm com os vizinhos ou amigos, sorriem quando encontram alguém na rua, ficam logo preocupadas quando estão há muito tempo sem verem uma determinada pessoa. Enquanto que em meios urbanos, se for preciso nem sabemos quem mora no nosso prédio, ou à nossa frente.

 

   Concluindo, Sue, acho que sim, um sorriso pode ser contagiante e, melhor ainda, pode mudar o dia de uma pessoa. E, independentemente do que digam, o sorriso é o melhor acessório que podemos ter. Por isso, vamos tirá-lo do armário, limpar-lhe o pó e dar-lhe bastante uso!

Qui | 07.04.16

Desafio: 30 receitas em 30 dias #30

   O ser humano tem tendência para gostar de desafios e quando os realiza, o sentimento de alegria é maior. É assim que me sinto também, ao chegar ao final deste desafio. Ao longo deste tempo, tentei escolher receitas simples, sem grandes complicações. Para acabar, vamos fazer chover almôndegas!!

   Coloque a carne numa taça e tempere-a com sal e pimenta. Misture bem e molde bolinhas do tamanho de uma noz até esgotar toda a carne. Coloque num prato e reserve.
  Leve uma frigideira ao lume com um fio de azeite e deixe aquecer. Junte depois as almôndegas e deixe-as cozinhar até que fiquem douradas e cozinhadas uniformemente. (Nesta fase a tampa -flor Kochblume dá imenso jeito, pois evita os salpicos e que o fogão fique todo sujo!)
   Retire as almôndegas da frigideira e reserve.
  Junte um pouco mais de azeite à frigideira e acrescente a cebola previamente picada e o dente de alho também picado, deixando alourar. Acrescente agora a cenoura previamente ralada assim como a courgete. Envolva bem no refogado anterior e deixe cozinhar uns minutos. Finalmente acrescente o tomate pelado cortado e envolva bem. Tempere com sal, pimenta e oregãos e deixe cozinhar em lume brando cerca de 15 a 20 minutos, com a frigideira tapada com a tampa flor.
   Retire o molho da frigideira, coloque-o num copo ou taça alta e triture-o com a ajuda da varinha mágica ou do robot de cozinha até ficar um molho homogéneo e sem grumos. Coloque o molho já triturado novamente na frigideira e deixe voltar a ferver. Junte as almôndegas envolvendo-as no molho e deixe cozinhar mais uns minutos para apurar.
   Sirva as almôndegas com um pouco de arroz ou de massa e legumes cozidos ou uma salada verde.
Receita aqui.
Qua | 06.04.16

Desafio: 30 receitas em 30 dias #29

Corte a cebola em meias-luas e disponha-a num tabuleiro.

Coloque o salmão por cima e tempere com o sumo de limão, sal e pimenta.

Retire a côdea ao pão, triture o miolo e coloque-o numa tigela.

Junte-lhe o pimento, as azeitonas e o alho, tudo picado.

Adicione, também, o queijo ralado e o azeite.

Envolva os ingredientes do preparado anterior, até ficar tudo bem ligado.

Aplique sobre o salmão e leve ao forno, a 190º C, por 20 minutos.

No final do tempo, retire do forno e sirva decorado com salsa.

Receita original aqui.

Qua | 06.04.16

Desafio: 30 receitas em 30 dias #28

Comece por lavar muito bem as batatas,as cenouras e descasque os legumes;

Corte os legumes em quadrados pequenos;

Corte também a abóbora e a courgette em quadrados do mesmo tamanho;

Num tacho, deite a margarina e deixe derreter;

Deitar os cubos de peru e fazer com que possam ficar louros;

Junte os cubos, a cebola picada e linguiça sem pele e cortada às rodelas;

Tempere com uma pitada de sal, pimenta e junte ainda a folha de louro e as cenouras;

Tape e deixe suar sobre o lume brando durante cerca de 5 minutos;

Findo o tempo, acrescente as batatas, a courgette, a abóbora. Misture bem e volte a tapar;

Deixe a cozinhar mantendo o lume brando durante mais de 10 minutos;

Entretanto, regue com vinho branco e junte a polpa de tomate;

Volte a tapar deixando cozinhar mais uns 10 minutos;

Por fim, introduza o feijão verde, rectifique os temperos e deixe cozinhar até os legumes estarem bem macios.

 Ontem não consegui publicar a receita para o desafio mas, apesar do atraso, aqui está ela.
A receita original está aqui.
 
Seg | 04.04.16

Desafio: 30 receitas em 30 dias #27

   Corte as batatas em cubos, os alhos-franceses em rodelas e os cogumelos em quartos.

   Coza as batatas em agua temperada com sal. Refogue os alhos-franceses num pouco de manteiga, em lume brando, até ficarem translúcidos. De seguida junte os cogumelos e cozinhe por mais 3 minutos.

   Escorra as batatas e coloque-as numa tigela, juntamente com a mistura de alhos-franceses e cogumelos, mostarda, 100g de queijo e cebolinho. Tempere com sal e pimenta e misture.

   Divide a mistura por 4 pratos de forno, polvilhe com mais queijo e leve ao forno a cozinhar durante 20 minutos.

  Retire, abra um ovo por cima da mistura de batata e leve ao forno por mais 4 minutos. Polvilhe com sal, pimenta e cebolinho

Receita tirada da Continente Magazine.

Pág. 1/2